O hino da Escola Técnica Redentorista foi composto e escrito pelo músico Roniere Leite Soares no ano de 1999 e ofertado ao educandário em 2000, por ocasião da passagem das bodas de prata da ETER.

Depois de ter sido avaliado e aprovado informalmente por alguns dirigentes que sucederam este período, continuou sem uso por um perí­odo de dez anos que voltou a ser analisado pelo Diretor atual da ETER, o Padre Tiago de Melo, no ano de 2010, o qual resolveu adotá-lo oficialmente como sí­mbolo sonoro definitivo da entidade.

O hino foi apresentado integralmente, em duas versões (instrumental e cantada), na noite do dia 05/11/2010, no pátio da escola, executado pela Filarmônica Municipal Epitácio Pessoa, (banda-de-música de Campina Grande-PB) sob a regência do autor Roniere Leite Soares, professor da ETER. O evento celebrava os 35 anos da escola, lançamento do selo comemorativo, logomarca do aniversário, missa jubilar, entrega de comendas aos amigos da escola, além de homenagens aos funcionários mais antigos.


A banda foi acompanhada pela cantora Samira, frente a um público formado por convidados da sociedade campinense, além de empresários, jornalistas e políticos. Em 2011 o hino foi gravado em oito versões diferentes, sob a direção executiva do Maestro Roniere Leite Soares, com a participação do acordeonista Gabimar Cavalcanti, da cantora Kátia Teles e do pianista Alisson Teles, ex-aluno da ETER.

No ano de 2012 será lançado o Compact Disk original com selo da Sonopress, através da empresa MCK de São Paulo-SP. Será feita a cessão dos direitos autorais para a reprodução desta série de CDs que ajudarão a popularizar entre os alunos a melodia e a letra deste hino, assim como em toda Cidade de Campina Grande.



LETRA

Hino da Escola Técnica Redentorista - ETER (2000)

Letra e Música: Professor Roniere Leite Soares (ano 2000)

Composção apresentada e lançada oficialmente em 05/11/2010

Campina Grande - Estado da Paraí­ba


CANTO I

 Sobre o solo da Borborema

Brotou firme em meio ao planalto

O liceu da lição cujo lema

Atinge na vida o seu ponto mais alto.


Luz que vinda dos Redentoristas

Ilumina qual brilho cristal

Os discentes que buscam as pistas

Que levam decerto à  vitória final.


 REFRÃO

 Junto D'Ele, copiosa é a Redenção

Que nos faz acreditar

Em um lema que pulsa em função

Do Educar é Libertar.


CANTO II

À semente da nobre ciência

Fértil fonte da grã liberdade

Onde a fé gera por sapiência

O motivo do qual se constrói a verdade.


Teu ensino é matéria-prima

Substãncia da força motriz,

Alimento sagrado que anima

O impulso veloz do juí­zo aprendiz.


 REFRÃO

 Junto D´Ele, copiosa é a Redenção

Que nos faz acreditar

Em um lema que pulsa em função

Do Educar é Libertar.


CLIQUE AQUI PARA OUVIR

Banner
Banner
Banner